Ondas de Choque para Tratamento da Disfunção Erétil – Base Teórica

A disfunção erétil (DE) é a principal causa de disfunção sexual em homens, com 1 em cada 5 homens  afetados. A DE é definida como a incapacidade de alcançar ou manter uma ereção peniana satisfatória para a relação sexual. As causas da DE são multifacetadas, e incluem etiologias psicogênica, neurogênica, endócrina, vasculogênica, induzida por drogas, dentre outras. A DE vasculogênica é o tipo mais comum de DE, e há uma alta prevalência de DE em homens com doença cardiovascular – cerca de 40% dos homens com doença cardíaca têm disfunção erétil severa.

A terapia de primeira linha para a DE inclui os medicamentos inibidores da fosfodiesterase tipo 5 (PDE5i – Sildenafil, Vardenafil, Tadalafil, Iodenafil), que desde sua introdução em 1998 revolucionaram a terapia da DE. Para homens que não respondem a esses medicamentos orais, dispositivos de ereção a vácuo, supositórios uretrais, injeções intracavernosas e próteses penianas podem fornecer resultados satisfatórios.  No entanto, essas opções de tratamento podem ser invasivas, podem estar associadas a eventos adversos, ou podem reduzir a espontaneidade sexual.

Em 2010, a terapia de ondas de choque extracorpórea de baixa intensidade (Li-ESWT) foi usada pela primeira vez como uma nova abordagem de tratamento minimamente invasiva para DE. A terapia por ondas de choque tem sido usada terapeuticamente em outros campos da medicina, incluindo o tratamento de isquemia cardíaca, úlceras do pé diabético e cicatrização de feridas. Embora seu mecanismo de ação ainda não esteja claro, estudos in vitro sobre tecido cardíaco demonstraram que a terapia por ondas de choque induz neovascularização, bem como aumento na expressão do fator de crescimento endotelial vascular (VEGF) e seu receptor. Como a DE frequentemente está associada a condições vasculares, Vardi e cols. propuseram que a Li-ESWT pode aumentar o fluxo sanguíneo para o pênis, reverter os efeitos da DE e rever a sua patogênese. Os resultados iniciais do estudo de Vardi e cols. foram promissores: 20 homens (idade média 56,1 anos) que receberam dois tratamentos de 3 semanas de Li-ESWT mostraram melhora na ereção em 1 mês, que foram mantidos em 6 meses de seguimento (Índice Internacional de Função Erétil [IIEF] – escore no domínio da função nervosa [EF] de 20,9 ± 5,8 vs 13,5 ± 4,1 no início, P <0,001).

Desde o estudo de Vardi e cols, vários outros estudos e ensaios clínicos endossaram o potencial terapêutico do Li-ESWT para o tratamento da DE. Fabricantes de aparelhos de ondas de choque e clínicas de urologia em vários países estão anunciando esta terapia para o público em geral como um tratamento para disfunção erétil. A Associação Européia de Urologia listou Li-ESWT como um tratamento para a disfunção erétil em suas Diretrizes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Download Formulários

Biópsia por Agulha

Biópsia Prostática

Cirurgia da Curvatura Peniana na Doença de Peyronie

Cistolitotomia

Cistolitotomia Videolaparoscópica

Cistolitotripsia Transcistoscópica

Colocação de Cateter Duplo J Trasureteral

Correção Cirúrgica de Incontinência Urinária

Geral - Operações Cirúrgicas

Implante de Prótese Peniana Maleável

Litotripsia Extracorpórea por Ondas de Choque (LECO)

Nefrectomia Parcial por Calculose

Nefrectomia Radical com ou sem Linfadenectomia Retroperitonial

Nefrectomia Videolaparoscópica

Nefrectomia Videolaparoscópica do Rim Doador do Transplante Renal

Nefrolitotomia Anatrófica por Calculose Renal

Nefrolitotomia Simples por Calculose Renal

Nefrolitotripsia Associada à Endopielotomia Percutânea

Nefrolitotripsia Percutânea

Nefrolitotripsia Transureteroscópica

Nefrolitotripsia Transureteroscópica com Endopielotomia

Nefropaxia Videolaparoscópica

Nefrostomia Percutânea

Orquidopexia

Orquiectomia Bilateral

Orquiectomia Unilateral por via Inguinal

Pielolitotomia (Calculose Renal)

Pieoloplastia Videolaparoscópica

Postectomia

Prostatectomia para H.P.B. Transvesical ou Retropúbica

Prostatectomia Radical Retropúbica com Linfadenectomia

Prostatectomia Radical Videolaparoscópica

Ressecção Transuretral da Próstata

Ressecção Transuretral de Tumor Vesical

Tratamento Cirúrgico da Hidrocele

Tratamento Cirúrgico da Varicocele

Tratamento Cirúrgico Videolaparoscópico de Cisto Renal

Tratamento Endoscópico da Ureterocele

Ureterolitotomia

Ureterolitotripsia Transureteroscópica

Uretrotomia interna

Ureterolitotomia Videolaparoscópica

Nefroureterectomia Videolaparoscópica

Uretroplastia

Vasectomia

Correção cirúrgica de tortuosidade peniana congênita

Open chat
1
💬 Alguma dúvida?
Olá 👋🏻 Podemos te ajudar?