Tamanho do pênis – causas da diminuição

Tamanho do pênis – Alguns homens estranham quando o pênis perde tamanho devido à problemas com ereção. A redução de tamanho pode ser facilmente percebida naqueles que não têm dificuldade de ereção, porém, alguns não conseguem notar o problema com facilidade. Nessa situação, um exame com ereção induzida com medicamentos pode ser útil para obter um diagnóstico preciso.

Em ambos os casos, a procura por ajuda com um andrologista é necessária porque perder tamanho do pênis não é algo desejável. Pelo contrário, é uma forma do seu corpo lhe mostrar que há algo errado com sua saúde sexual e que isso precisa ser resolvido. Usualmente o próprio paciente verifica a diminuição medindo com régua ou fita métrica quando o pênis está em ereção; outras vezes uma medição aproximada com os dedos ou a palma da mão já identifica numa auto-avaliação que houve encurtamento. Um bom ponto de parâmetro é o púbis; a régua deve ser posicionada e medida do púbis (base do pênis) até a ponta da glande.

Mediçao Penis

Quando o paciente percebe que o pênis diminuiu e também apresenta problemas com a ereção, deve procurar um urologista para um diagnóstico mais correto, já que a autoavaliação só será precisa se o pênis estiver bem rígido. Daí poderá fazer um exame de ultrassom com doppler utilizando ereção induzida para avaliar as estruturas internas do pênis, o fluxo sanguíneo e a presença de fibroses superficiais ou internas, que podem causar a redução do membro.

VEJA ALGUMAS SITUAÇÕES QUE PODEM DIMINUIR O PÊNIS

Tratamento do câncer de próstata

A cirurgia, radioterapia, braquiterapia ou hormonioterapia, métodos para tratar o câncer de próstata, estão altamente associados a efeitos colaterais como a disfunção erétil, fibroses e o encurtamento do pênis.

Pacientes com Doença de Peyronie

A Doença de Peyronie é causada por fibroses que podem acometer o pênis. Essa situação afeta não só a curvatura, mas também pode provocar uma redução no tamanho e agravar os problemas de ereção num grande grupo de pacientes.

Ausência de ereção noturna ou matinal

A ereção involuntária que ocorre durante o sono ou pela manhã pouco antes de acordar é uma situação perfeitamente normal e deve acontecer com certa regularidade, quando a saúde do pênis vai bem. A falta desta ereção deixa o pênis menos oxigenado, podendo favorecer a formação de fibroses com o tempo.

A falta destas ereções pode estar relacionada a uma diminuição hormonal ou a um problema mais grave de disfunção erétil. Na avaliação com o andrologista, é realizada uma bateria de exames com a dosagem destes hormônios como parte da investigação.

Tratamento da disfunção erétil

O uso frequente de injeções aplicadas no pênis para estimular a ereção pode causar efeitos colaterais que formam cicatrizes no pênis e podem evoluir para placas de fibroses. Essas placas podem causar não só o encurtamento, mas também a curvatura e o afinamento peniano.

Pacientes com diabetes

O diabetes é uma doença muito prevalente na população masculina. O descontrole das taxas de acúcar no sangue provoca danos no funcionamento dos nervos e vasos sanguíneos, o que pode provocar a disfunção erétil. A dificuldade de ereção pode causar pequenos traumas durante a relação sexual, o que favorece ao surgimento de fibroses nos tecidos do pênis, essa situação também pode causar a sua diminuição.

Pacientes com problemas cardiovasculares

Condições cardiovasculares, como a arteriosclerose, podem causar lentidão no fluxo sanguíneo dentro do pênis, o que dificulta a capacidade de ereção e pode provocar a redução do tamanho peniano, além de impedir uma relação sexual satisfatória.

Pacientes que tiveram priapismo

Priapismo é uma ereção muito prolongada, dolorosa e normalmente com mais do que seis horas. Alé ela pode ter consequências muito sérias pois o sangue fica muito tempo aprisionado e sem oxigenação adequada dentro do pênis. Isso pode causar disfunção erétil irreversível, necrose e fibrose interna dos corpos cavernosos, responsável pela redução de comprimento e calibre do pênis.

Fonte Bibliográfica:

Campbell – Walsh, Rapid Review, 2017

8 respostas

  1. Boa noite doutor, a 1 ano tenho percebido que meu pênis afinou na base e com isso ele não levanta . Tenho ereção dolorosa . A cabeça doi. A cabeça e’ normal mais , em ereção, vai afinando até a base. De pe , Minha ereção fica caída pra baixo e se me deito barriga pra cima ele cai para os lados . Eu fiz ultrassom de próstata, bexiga e não deu nada . Fiz exame sangue e deu baixa testosterona. Tomei 1 injeção de testosterona e obtive Boa melhora na disposição sexual . Só me resta resolver esse problema . Ele diminuiu uns 5 centímetros. Tô muito triste com isso. Gostaria de saber se isso tem tratamento medicamentoso , ou alguma outra opção que não seja muito caro porque minha situação financeira não tá boa. Obrigado doutor . Fico agradecido se me responder . Abraco tenho 55 anos

  2. Minha doença apareceu mais ou menos um ano e um médico disse que não tinha o que fazer e meu pênis além de ficar muito torto também diminuiu e sinto bastante dor e já nem faço sexo mais por vergonha e meu casamento até já acabou e estou até com depressão por causa disso .

    1. José. Tem, sim, o que fazer. Tratamentos clínicos podem ajudar nos meses iniciais da doenca. E cirurgia também é uma boa opcao de tratamento depois de 12 meses, quando a placa estabiliza.

  3. Boa noite Dr. Alessandro Rissol .
    Sou Nelson Ramos de nacionalidade Angolana tenho 32 anos de idade, vivo maritalmente a 7 anos. Venho por meio desta ixpor a minha situação, a um tempo venho notado a redução do meu pênis, ele fica dobrado todo pra dentro, a fim de apresentar o aspecto de como se tivesse com frio, mas quando está errado ele volta ao normal.

    Isso tem me deixado desconfortável, de maneira que não consigo ficar exposto na praia.

    A princípio nunca cheguei de consultar um especialista na área. Vendo este conteúdo chamou a minha atenção.
    E gostaria de saber mas do Dr.

    1. Diminuicao do tamanho do pênis associado à curvatura levanta a possibilidade de doenca de Peyronie. Exame físico mais exame de imagem devem ser realizados para diagnóstico e tratamento. Att. Dr. Rossol

  4. no meu casa ja faz uns 2 anos que percebo uma diminuição no tamanho e na espessura porem nao sinto dor nem nada, no inicio estava com problemas de ereção, fiquei uns 4 meses assim, so que graças a Deus, a ereção voltou, so que nao o tamanho do pênis como era no inicio.
    ate tava querendo fazer um exame hormonal para ver

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Download Formulários

Biópsia por Agulha

Biópsia Prostática

Cirurgia da Curvatura Peniana na Doença de Peyronie

Cistolitotomia

Cistolitotomia Videolaparoscópica

Cistolitotripsia Transcistoscópica

Colocação de Cateter Duplo J Trasureteral

Correção Cirúrgica de Incontinência Urinária

Geral - Operações Cirúrgicas

Implante de Prótese Peniana Maleável

Litotripsia Extracorpórea por Ondas de Choque (LECO)

Nefrectomia Parcial por Calculose

Nefrectomia Radical com ou sem Linfadenectomia Retroperitonial

Nefrectomia Videolaparoscópica

Nefrectomia Videolaparoscópica do Rim Doador do Transplante Renal

Nefrolitotomia Anatrófica por Calculose Renal

Nefrolitotomia Simples por Calculose Renal

Nefrolitotripsia Associada à Endopielotomia Percutânea

Nefrolitotripsia Percutânea

Nefrolitotripsia Transureteroscópica

Nefrolitotripsia Transureteroscópica com Endopielotomia

Nefropaxia Videolaparoscópica

Nefrostomia Percutânea

Orquidopexia

Orquiectomia Bilateral

Orquiectomia Unilateral por via Inguinal

Pielolitotomia (Calculose Renal)

Pieoloplastia Videolaparoscópica

Postectomia

Prostatectomia para H.P.B. Transvesical ou Retropúbica

Prostatectomia Radical Retropúbica com Linfadenectomia

Prostatectomia Radical Videolaparoscópica

Ressecção Transuretral da Próstata

Ressecção Transuretral de Tumor Vesical

Tratamento Cirúrgico da Hidrocele

Tratamento Cirúrgico da Varicocele

Tratamento Cirúrgico Videolaparoscópico de Cisto Renal

Tratamento Endoscópico da Ureterocele

Ureterolitotomia

Ureterolitotripsia Transureteroscópica

Uretrotomia interna

Ureterolitotomia Videolaparoscópica

Nefroureterectomia Videolaparoscópica

Uretroplastia

Vasectomia

Correção cirúrgica de tortuosidade peniana congênita

Open chat
1
💬 Alguma dúvida?
Olá 👋🏻 Podemos te ajudar?