Ondas de Choque de Baixa Intensidade – Uma Nova Opção para Tratamento da Disfunção Erétil

Foi apresentado no último sábado, no Congresso do AUA pelo Dr. tom Lue, um novo tratamento para pacientes com DE (disfunção erétil).

Trata-se das ondas de choque de baixa energia.

A litotripsia por ondas de choque já é bastante conhecida pelos urologistas, mas para fragmentação de cálculos renais. Entretanto a litotripsia para cálculos é de alta energia, portanto mais forte (dez vezes mais forte).

A litotripsia por ondas de choque com baixa energia já é utilizada para outros propósitos médicos como: dores articulares, tennis elbow e outras patologias ortopédicas.
Dr Tom Lue reporta que agora possuímos novo tratamento para disfunção erétil para os pacientes que não tem boa resposta com os medicamentos inibidores da PDE (viagra, levitra, cialis, heleva).
O aparelho de litotripsia é aplicado diretamente em contato com a haste peniana e com a região crural (períneo). São cinco aplicações de três minutos.
Acredita-se que o mecanismo de ação proposto pela onda de choque melhore a circulação na vascularização peniana.
Cardiologistas do Japão utilizam a onda de choque de baixa energia para induzir regeneração de pequenos vasos coronarianos em pacientes com angina que não são bons candidatos a cirurgia ou angioplastia.
Em um estudo europeu randomizado, homens com disfunção erétil e que não tinham mais boa resposta com medicamentos inibidores da PDE receberam litotropsia com ondas de choque duas vezes por semana num período de três semanas mais um segundo ciclo de aplicação três semanas depois. 73% dos pacientes estiveram aptos a ter relação sexual com penetração vaginal ao fim do tratamento. 27% dos pacientes não necessitaram de medicamentos inibidores da PDE para ter relação sexual satisfatória.
“Ainda são estudos pequenos” disse o Dr. tom Lue. “Mas é um tratamento completamente novo para Disfunção Erétil.” “Obviamente a técnica ainda não é perfeita, mas nenhum efeito adverso foi reportado com este tratamento.”
Fonte Bibliográfica:
Daily News do Congresso da Associação Americana de UrologiaMay 15-19, 2015 New Orleans, USA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Download Formulários

Biópsia por Agulha

Biópsia Prostática

Cirurgia da Curvatura Peniana na Doença de Peyronie

Cistolitotomia

Cistolitotomia Videolaparoscópica

Cistolitotripsia Transcistoscópica

Colocação de Cateter Duplo J Trasureteral

Correção Cirúrgica de Incontinência Urinária

Geral - Operações Cirúrgicas

Implante de Prótese Peniana Maleável

Litotripsia Extracorpórea por Ondas de Choque (LECO)

Nefrectomia Parcial por Calculose

Nefrectomia Radical com ou sem Linfadenectomia Retroperitonial

Nefrectomia Videolaparoscópica

Nefrectomia Videolaparoscópica do Rim Doador do Transplante Renal

Nefrolitotomia Anatrófica por Calculose Renal

Nefrolitotomia Simples por Calculose Renal

Nefrolitotripsia Associada à Endopielotomia Percutânea

Nefrolitotripsia Percutânea

Nefrolitotripsia Transureteroscópica

Nefrolitotripsia Transureteroscópica com Endopielotomia

Nefropaxia Videolaparoscópica

Nefrostomia Percutânea

Orquidopexia

Orquiectomia Bilateral

Orquiectomia Unilateral por via Inguinal

Pielolitotomia (Calculose Renal)

Pieoloplastia Videolaparoscópica

Postectomia

Prostatectomia para H.P.B. Transvesical ou Retropúbica

Prostatectomia Radical Retropúbica com Linfadenectomia

Prostatectomia Radical Videolaparoscópica

Ressecção Transuretral da Próstata

Ressecção Transuretral de Tumor Vesical

Tratamento Cirúrgico da Hidrocele

Tratamento Cirúrgico da Varicocele

Tratamento Cirúrgico Videolaparoscópico de Cisto Renal

Tratamento Endoscópico da Ureterocele

Ureterolitotomia

Ureterolitotripsia Transureteroscópica

Uretrotomia interna

Ureterolitotomia Videolaparoscópica

Nefroureterectomia Videolaparoscópica

Uretroplastia

Vasectomia

Correção cirúrgica de tortuosidade peniana congênita

Open chat
1
💬 Alguma dúvida?
Olá 👋🏻 Podemos te ajudar?