Pesquisar
Close this search box.

O que é FUGA VENOSA?

WhatsApp Image 2023-09-21 at 12.20.19

Fuga venosa (também conhecida como disfuncão venoclusiva) é uma causa de impotência em homens.

Durante a erecão as artérias do pênis se expandem para permitir que mais sangue entre nos corpos cavernosos e o torne firme. Esse fluxo de sangue leva ao aumento da pressão no pênis, o que comprime as veias que normalmente permitiriam que o sangue fluísse de volta, mantendo assim o sangue no órgão até a ejaculação ou o fim da atividade sexual. Isso permite que o indivíduo mantenha a ereção durante todo o coito.

No entanto, às vezes, mesmo quando uma pessoa tem fluxo sanguíneo adequado para o pênis, as veias não se contraem adequadamente com o aumento da pressão no pênis, e parte do sangue que fluiu para o pênis “vaza” de volta para o corpo. Isso faz com que o indivíduo perca totalmente a rigidez ou a ereção.

Muitos homens que apresentam vazamento venoso relatam que começaram com ereções satisfatórias, mas perderam gradualmente a firmeza com o tempo. A DE relacionada ao vazamento venoso é conhecida como DE venogênica ou insuficiência venosa peniana.

O número de homens que sofrem de vazamento venoso é desconhecido e pode ser mal diagnosticado nos casos em que a pressão no pênis nunca aumenta adequadamente para comprimir as veias (uma condição conhecida como insuficiência arterial). No entanto, acredita-se que o vazamento venoso seja uma causa comum de DE.

A FUGA VENOSA pode ser verificada durante o exame de Ecodoppler Peniano com Teste de Erecão. Leia mais sobre este exame em https://alessandrorossol.com.br/ecodoppler/

Algumas condições e fatores que podem aumentar o risco de uma pessoa sofrer vazamento venoso são diabetes, doenças vasculares, distúrbios neurológicos, tratamentos de câncer, como radioterapia, doença de Peyronie (DP), uso de certos medicamentos e ansiedade.

Em particular, acredita-se que a Doenca de Peyronie DP contribua para o vazamento venoso porque o tecido cicatricial que faz com que o pênis se dobre também pode impedir que as veias se contraiam para manter o sangue no pênis.

Alguns sintomas de vazamento venoso incluem a incapacidade de manter uma ereção, ereções que suavizam gradualmente e ausência de ereções matinais ou noturnas, todos sintomas de outros tipos de DE também.

Também como outros tipos de DE, a DE venogênica tem várias opções de tratamento potenciais, algumas das quais podem ser mais eficazes do que outras, dependendo do indivíduo. Possíveis opções de tratamento para DE causada por vazamento venoso são medicamentos orais para DE, dispositivos de ereção a vácuo, injeções intracavernosas e implantes penianos (prótese).

Modificações no estilo de vida, como praticar exercícios regularmente, seguir uma dieta balanceada, manter um índice de massa corporal (IMC) saudável e parar de fumar também podem apoiar o bom funcionamento erétil.

Se você acredita que pode estar apresentando vazamento venoso, agende uma consulta com médico urologista especialista em medicina sexual que possa ajudá-lo a determinar a(s) causa(s) subjacente(s) de sua DE.

Fonte:

ISSM – Sociedade Internacional de Medicina Sexual

https://www.issm.info/

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Download Formulários

Biópsia por Agulha

Biópsia Prostática

Cirurgia da Curvatura Peniana na Doença de Peyronie

Cistolitotomia

Cistolitotomia Videolaparoscópica

Cistolitotripsia Transcistoscópica

Colocação de Cateter Duplo J Trasureteral

Correção Cirúrgica de Incontinência Urinária

Geral - Operações Cirúrgicas

Implante de Prótese Peniana Maleável

Litotripsia Extracorpórea por Ondas de Choque (LECO)

Nefrectomia Parcial por Calculose

Nefrectomia Radical com ou sem Linfadenectomia Retroperitonial

Nefrectomia Videolaparoscópica

Nefrectomia Videolaparoscópica do Rim Doador do Transplante Renal

Nefrolitotomia Anatrófica por Calculose Renal

Nefrolitotomia Simples por Calculose Renal

Nefrolitotripsia Associada à Endopielotomia Percutânea

Nefrolitotripsia Percutânea

Nefrolitotripsia Transureteroscópica

Nefrolitotripsia Transureteroscópica com Endopielotomia

Nefropaxia Videolaparoscópica

Nefrostomia Percutânea

Orquidopexia

Orquiectomia Bilateral

Orquiectomia Unilateral por via Inguinal

Pielolitotomia (Calculose Renal)

Pieoloplastia Videolaparoscópica

Postectomia

Prostatectomia para H.P.B. Transvesical ou Retropúbica

Prostatectomia Radical Retropúbica com Linfadenectomia

Prostatectomia Radical Videolaparoscópica

Ressecção Transuretral da Próstata

Ressecção Transuretral de Tumor Vesical

Tratamento Cirúrgico da Hidrocele

Tratamento Cirúrgico da Varicocele

Tratamento Cirúrgico Videolaparoscópico de Cisto Renal

Tratamento Endoscópico da Ureterocele

Ureterolitotomia

Ureterolitotripsia Transureteroscópica

Uretrotomia interna

Ureterolitotomia Videolaparoscópica

Nefroureterectomia Videolaparoscópica

Uretroplastia

Vasectomia

Correção cirúrgica de tortuosidade peniana congênita

Contato via WhatsApp
1
💬 Tire todas suas dúvidas conosco!
Olá, Fale diretamente com a equipe do Dr Rossol.